blog

Menos também é mais quando falamos em conteúdo e marketing

12/12/2018



Quem me conhece, sabe que desde sempre eu luto contra a balança. Minhas idas quase diárias à academia, as corridas, a musculação... Tudo passou a fazer parte da minha rotina. Eu só não consegui, pelo menos até aqui, substituir as grandes quantidades de trash food por porções menores de comida saudável.

Tá. Bacana. Mas qual é a relação entre dieta e conteúdo, marketing ou jornalismo? Você deve estar pensando que, além das tranqueiras, eu andei exagerando no álcool, né? Na verdade, escolhi esse exemplo porque a máxima de que "menos é mais" se aplica à alimentação, tanto quanto à geração de conteúdo.

É isso mesmo: pesquisas revelam que o conceito de qualidade sobre quantidade vale também para o marketing de conteúdo. Segundo os especialistas, é hora de desacelerar a produção do conteúdo. Pelo menos aquele produzido pura e simplesmente para fazer número.

Para dar uma ideia daquilo a que me refiro quando falo em conteúdo para fazer número, mensalmente, 89 milhões de novos posts são publicados no WordPress. Isso mesmo: 89 milhões. Será que estamos falando de conteúdo relevante, bem escrito? Mais ainda: será que dá tempo da audiência ler e digerir isso tudo? Eu duvido.

Contra números não há argumentos
O blog HubSpot, por exemplo, descobriu que mais de 90% dos seus leads vêm de postagens antigas. Outro levantamento, este da American Marketing Association, revelou que o marketing de marcas aumentou em 800% as suas publicações nos últimos simplesmente para descobrir que o engajamento de cada post caiu nada menos que 89%.

Para completar o cenário, uma pesquisa da Orbit Media revelou que aqueles que gastam mais tempo por post, dedicando-se a meios de assegurar a qualidade do conteúdo, percebem os melhores resultados.

Diante dessas estatísticas, parece apenas uma questão de tempo até que as estratégias de marketing de conteúdo desacelerem para garantir qualidade e resultados.

Mas como desacelerar?
Diminuir a quantidade de conteúdo não significa simplesmente enxugar o cronograma de atualizações. Ao invés disso, que tal investir o tempo e os recursos que você antes destinava às produções de textos em larga escala para conseguir as melhores versões possíveis dos seus artigos e materiais?

As formas de fazer isso podem variar. Então, aqui vão algumas dicas:

Contrate especialistas em textos
Pense que a sua audiência e o seu público-alvo querem ler conteúdos simples de interpretar, querem ter boas ideias traduzidas em textos simples de entender. Use seu orçamento para contratar um jornalista/redator que entenda daquilo que você faz e, mais do que isso, consiga colocar as suas ideias e a mensagem da sua empresa no papel, de forma clara.

Faça uso de seus arquivos
Não subestime o poder de conteúdos já utilizados. O exemplo do HubSpot dado aqui em cima mostra que conteúdo antigo pode ser extremamente eficiente para consumidores e potenciais clientes em busca de informação sobre os seus produtos, seu negócio e, até, dos seus clientes.

Não produza para cumprir tabela
Se você não tem novidades para contar, nem tempo para desenvolver algo interessante sobre determinado assunto, deixe para depois. Evite publicar conteúdo apenas para cumprir tabela. Pense que talvez seja muito mais vantajoso investir em um único material que possa ser utilizado em diferentes lugares, com variadas finalidades - de educar um consumidor a ajudar um cliente em uma decisão de compra.

Resumindo
Tenha sempre em mente que um conteúdo relevante ajuda a fortalecer a sua marca. Quando um leitor – ou mesmo um editor de revista ou jornal – vir algo divulgado pela sua marca, ele terá certeza de que vale a pena ler.

 

Ultimas Notícias

- Comunicação interna impacta diretamente a produtividade da sua empresa
- 2020: comunicação interna é prioridade para empresas, segundo o Gartner
- Renovação de contratos: dá pra ser menos desgastante
- Home office, pero no mucho
- E-mail ainda é excelente ferramenta de comunicação
- 51% das empresas apostam em comunicação interna para evitar fake news corporativa


Arquivo Blog


Copyright © F2 Conteúdo - Desevolvido por MPSoft Política de Privacidade e Termos de Uso