blog

E-mail ainda é excelente ferramenta de comunicação

08/10/2019



É bem verdade que muitos dos e-mails que enviamos ficam sem resposta. Mas talvez isso se deva mais ao descaso do destinatário – há quem chame de falta de educação mesmo – do que pela não abertura das mensagens. Experimente fazer um teste com e-mails cuja falta de ação da outra parte implicará prejuízos de qualquer ordem a ela.

Tanto é assim, que um recente levantamento intitulado "2019 Adobe Email Usage Study", realizado junto a mais de mil adultos nos Estados Unidos, revela que os usuários gastam cerca de cinco horas por dia checando e-mail. Dessas, mais de três horas são dedicadas aos correios de trabalho e outras duas às mensagens pessoais. Segundo a análise, as pessoas atualizam suas caixas de e-mails enquanto assistem TV, na cama, durante reuniões de trabalho, no banheiro e até mesmo quando estão no trânsito.

O estudo da Adobe destaca o quanto o e-mail é importante e faz parte do cotidiano dos consumidores, e por isso mesmo continua representando uma excelente ferramenta de engajamento em ações de marketing e comunicações – tanto interna, com colaboradores, quanto com externa.

A pesquisa ainda indica que, mais do que apenas atualizar as caixas de correios, as pessoas também abrem as mensagens de fato. Segundo ela, os e-mails profissionais têm taxa de abertura de 80%, enquanto aqueles que chegam às caixas pessoais são abertos em 57% dos casos. E mais: o e-mail ainda é o meio preferido para o recebimento de comunicações, com 56% dos entrevistados afirmando que preferem receber informações de trabalho por e-mail. O número sobe para 60% quando se trata de comunicação pessoal. Os índices são superiores aos das mídias sociais e outros canais de marketing, diz o levantamento. Ou seja, ainda é uma excelente ferramenta para envio de mensagens corporativas, newsletters e e-mail marketing, por exemplo.

Cuidado para não ser indesejado
Apesar disso, é preciso identificar seu público e ter cuidado com o conteúdo enviado, especialmente quando falamos de e-mail marketing. Isso porque os consumidores afirmam que a frequência excessiva de mensagens de uma mesma marca acaba levando a desinteresse por ela. Da mesma forma, dados incorretos do destinatário, ofertas de produtos que ele já tenha adquirido ou mensagens mal escritas também incomodam.

Por essas e outras, considere sempre contar com profissionais capacitados para fazer sua mensagem chegar ao público-alvo. Um texto sem erros gramaticais e com a linguagem adequada ao seu público pode fazer toda a diferença no resultado de sua ação.

Ultimas Notícias

- Comunicação interna impacta diretamente a produtividade da sua empresa
- 2020: comunicação interna é prioridade para empresas, segundo o Gartner
- Renovação de contratos: dá pra ser menos desgastante
- Home office, pero no mucho
- E-mail ainda é excelente ferramenta de comunicação
- 51% das empresas apostam em comunicação interna para evitar fake news corporativa


Arquivo Blog


Copyright © F2 Conteúdo - Desevolvido por MPSoft Política de Privacidade e Termos de Uso